GAIA E SUAS DIMENSÕES PARALELAS – de Anna Guilhermina

VOLTAR

 

GAIA E SUAS DIMENSÕES PARALELAS

Na exposição Gaia e suas dimensões paralelas, de Anna Guilhermina, temos uma seleção de obras onde cenas de florestas, recantos aquáticos, ou imponentes árvores, evocam sensações provocadas por justaposições. A artista trabalha com reconstruções fotográficas de paisagens sob uma mirada complexa, fazendo uso de variações sutis de pontos de vista que dilatam o espaço registrado. As imagens são tomadas de forma plural, ora constituindo séries, ora formando conjuntos transfigurados a partir de sobreposições das frações que compõem a imagem central.

Ao remontar as paisagens, essa “arquiteta de imagens” recombina elementos de modo a romper a linearidade da superfície representacional, seja por meio da fragmentação, espelhamento, ou, então, pela incorporação de materiais diversos, como a madeira e cobre. Anna Guilhermina agrega densidade criando paralelismos pela superposição de planos de imagens, materiais ou evidências iconográficas que transmitem sua postura de respeito e reverência perante à Natureza.

A obra sonora Encontro com Gaia nos coloca em contato com a experiência de mergulhar, junto com a artista, no universo sensorial das matas e riachos. Transmite a dimensão vivencial associada ao fértil potencial multiplicador simbolizado por Gaia – a Mãe Terra.

Em essência, das imersões de Anna Guilhermina na Natureza emergem obras que ressaltam o fio condutor entre a transmutação de estados na matéria.

 

Texto: Denise Gadelha