MEU LUGAR É AQUI

VOLTAR

MEU LUGAR É AQUI
Mostra homenageia o “franco-paratiense” Patrick Allien

Na última sexta-feira, dia 14, aconteceu a abertura da exposição “Meu lugar é aqui”, em homenagem a Patrick Allien. Falecido em 2017, Patrick deixou muitos amigos na cidade, e eles compareceram em peso, ao lado de sua querida esposa, Margarida.

“Meu lugar é aqui!”, foi o que ele disse a Margarida, ao conhecer Paraty.

Quem conheceu Patrick sabe o quanto ele foi querido na cidade, sempre na janela do seu ateliê, recebendo com generosidade. Isso sem falar nas reuniões que promovia com os artistas, regadas com os deliciosos quitutes de Margarida.

Para quem não o conheceu, o historiador e amigo Diuner Mello escreve sobre Patrick:

“Patrick Allien, o ourives, escultor, artífice e artista, nascido em Montpellier, na França, estava na Bahia desde 1992 e sua atração pelos trópicos e sua singularidade aqui encontrou sua morada.

Multiartista, vasta e belíssima é sua produção nos mais diversos materiais e técnicas como jóias em ouro e pedras preciosas, esculturas em bronze, arte em madeira, esmalte, calcografia, serigrafia e goma bicromatada, além da fotografia.

Mas, acima de tudo, preocupado com a preservação arquitetônica, cultural e histórica de Paraty dedicou seu tempo à formação das próximas gerações. Suas últimas atividades foram a pop up que ensinava aos adolescentes e crianças do Bairro do Condado, além da confecção de brinquedos e artefatos em madeira, instigando neles a criatividade.

Dentre os artistas que aqui viveram, Patrick sobressai por sua multifacetada criatividade e seu amor por Paraty. Ele via com profunda tristeza e amargura a omissão dos governos na preservação de Paraty como um todo: arquitetura, natureza, cultura e tradição.

Criticava severamente a proliferação dos eventos turísticos em detrimento dos eventos de caráter cultural, estes últimos tão pouco apoiados e favorecidos pelos entes governamentais. Mas, acima de tudo, acreditava na força e na luta de seu povo no cuidar de Paraty.

Esta exposição é uma homenagem da Casa da Cultura e de Paraty a este genial franco-paratiense.”

Vale a pena conferir a mostra!

#VempraCasadaCultura
#ParatyCultural
#CulturaParaty

 

Texto: Diuner Mello